Friesian

é uma raça de cavalos de cor negra e com pêlos compridos nas pernas. É um animal de temperamento dócil e fisicamente bastante robusto. Criado principalmente na frísia, litoral norte dos países baixos, de onde se origina seu nome

O cavalo friesian é o único cavalo realmente originário da Holanda e que tem tentado sobreviver com o passar do tempo. É uma das raças mais antigas da Europa e esteve a ponto de extinção muitas vezes no século passado. Graças à devoção de um grupo de apaixonados foi aberto um caminho para a preservação desta raça que hoje é admirada pelo mundo afora.

Sua origem encontramos pelo ano 500 a.c quando um povo friesian se estabeleceu nas margens do mar do norte levando consigo seus cavalos descendentes diretos dos equus robustus. No ano de 800 d.c o mar do norte se denominou como mar friesian e ali se formou a linda província friesland hoje encontrada no norte da Holanda onde se desenvolveu a raça.

Em torno do ano 150 d.c os historiadores romanos mencionam a presença da cavalaria friesian em britanea, na fronteira entre a escócia e a Inglaterra. Estes exércitos de homens utilizaram friesian como seus cavalos de combate pela sua coragem, tamanho e força que somente uma raça como esta para suportar os terríveis combates da época.

O escritor inglês Anthony dent menciona em um dos seus livros tropas independentes de cavalos friesians no século IV, d.c formado por cavaleiros errantes que montavam seus friesian a pelo, devido à suavidade de seus trotes e galopes. Ele também menciona a influência do cavalo friesian na origem das raças shire e pony fell. Ha muitas figuras que ilustram os cavalos friesian em torneios na idade media e a primeira vez que foi encontrada alguma escrita a respeito da raça foi em 1544.

Durante as cruzadas e perto do final da guerra dos 80 anos se introduziu raça friesian no sangue de cavalos árabes e cavalos de origem espanhol em diversas escolas de equitação onde se praticava a alta escola.

No final do século XVIII, devido à decadência da Europa feudal, a presença do cavalo friesian se reduziu muito, mais ainda foi encontrado da província friesland bom exemplares onde celebravam carreras ao trote de friesian atrelados a um sulky. Esta carreras prontamente se transformou em uma festa popular em toda a província. Em 1823 o rei willem entregou um fust de ouro para o ganhador de uma grande carreira de trote organizada naquela época, ao final do século XIX, com a chegada de cavalos mais aptos que o friesian para corridas de trotes importados da Rússia e America começaram a decair as corridas de trotes em sulkies e em 1891 se celebrou a última carreira do fust de ouro. A partir disto os cavalos friesian eram só utilizados por lavradores ricos que os usavam para ir à missa aos domingos atrelados em uma típica carruagem friesland.

Em primeiro de maio de 1879 um pequeno povoado chamado roodahuinzum começaram a registrar os cavalos friesian nascendo então a fps dando-se os primeiros passos para a salvação da raça. Os primeiros exemplares registrados e aprovados para reprodução foram (prins 109 - alva 113 e Friso 117)